Aeroporto mais sustentável do Brasil por 2 anos seguidos reduz emissão de carbono em mais de 29%

Aeroporto mais sustentável do Brasil por 2 anos seguidos reduz emissão de carbono em mais de 29%

•    Aeroporto de Salvador tem objetivo de reduzir a pegada de carbono em 50% até 2030
•    O aeroporto também foi reconhecido pela VINCI Concessions por seu programa de reuso da água


Dentre as ações realizadas em prol da sustentabilidade no Salvador Bahia Airport, integrante da rede VINCI Airports, o compromisso com a redução das emissões de carbono tem grande destaque. O gás é uma das principais ameaças à Camada de Ozônio, sendo o próximo dia 16 de setembro a data em que se comemora o Dia Internacional pela Preservação da Camada de Ozônio.


Em 2020, o Aeroporto conquistou o nível 2 da certificação ACA (Airport Carbon Accreditation), concedida pela organização Airport Council International (ACI) e está buscando o engajamento de todos os seus stakeholders para conquistar o nível 3. A meta é reduzir as emissões em 23%, em relação a 2018. Neste ano, até o mês de julho, houve uma diminuição de 29% em comparação ao mesmo período de 2018. A objetivo é chegar a 50% até 2030.


Para alcançar essa meta de proteção ambiental, foi instalada uma usina solar com 4.215kWp de potência, substituição total das lâmpadas por LED, racionamento na utilização dos sistemas iluminação e refrigeração, além de investimento em equipamentos mais modernos, com preferência pela utilização de gases refrigerantes que não contenham CFCs (clorofluorocarboneto).


"O aquecimento global vem se intensificando cada vez mais e é perceptível quando presenciamos mudanças climáticas tão severas nos últimos tempos. A VINCI Concessions está ajudando as pessoas a se locomoverem de uma forma cada vez mais responsável e assim alcançar a transformação da mobilidade. Implementar práticas para reduzir as emissões de CO2 é uma das formas de reforçar o comprometimento para um desenvolvimento sustentável. Dessa forma, nós seremos capazes de desacelerar a intensificação dos gases do efeito estufa", afirma Alessandra Reis, coordenadora de Meio Ambiente do Salvador Bahia Airport.


Sustentabilidade como pilar


Por fazer parte da rede VINCI Airports, o aeroporto de Salvador segue rigorosos padrões também no que diz respeito à preservação do meio ambiente, sendo reconhecido pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) como o mais sustentável do país. O Salvador Bahia Airport, foi o primeiro no Brasil a ser zero efluente e zero aterro, ou seja, 100% dos efluentes são tratados e convertidos em água de reuso.


Além disso, todo o lixo sólido gerado é reciclado. Recentemente foi implementada a diretriz Plastic Free, adotada por todos os membros da rede VINCI, que tem como objetivo a eliminação do uso de plásticos e embalagens descartáveis e a conscientização das pessoas sobre seus efeitos no meio ambiente, em linha com estratégia ambiental global do Grupo.


Sobre o Salvador Bahia Airport


Localizado na primeira capital brasileira, o Salvador Bahia Airport faz parte da rede VINCI Airports desde 2 de janeiro de 2018 através de um Contrato de Concessão com duração de 30 anos. Desde então, o aeroporto tem incorporado padrões globais de operação, buscando entregar mais eficiência, segurança e uma melhor experiência de viagem para os seus passageiros. Com este objetivo, foram realizadas obras de modernização e ampliação do terminal de passageiros, um investimento de R$ 700 milhões que ampliou sua capacidade em 50%, de 10 milhões para 15 milhões de passageiros ao ano. Apontado por dois anos seguidos como o "Aeroporto Mais Sustentável do Brasil", o Salvador Bahia Airport se destaca pelo seu espírito pioneiro em suas ações de preservação ambiental. Mais informações podem ser encontradas no site ou nas redes sociais @salvadorbahiaairport.


Sobre a VINCI Airports


A VINCI Airports, maior operador privado de aeroportos do mundo, administra 45 aeroportos em 12 países na Europa, Ásia e nas Américas. Com sua expertise agregadora, desenvolve, financia, constrói e opera aeroportos. Também aplica sua capacidade de investimento e conhecimento em otimizar o desempenho operacional, modernizando infraestruturas e conduzindo-as rumo à sustentabilidade ambiental. A VINCI Airports se tornou o primeiro operador aeroportuário a desenvolver uma estratégia ambiental internacional, em 2016, com o objetivo de atingir a neutralidade de carbono na sua rede em 2050.


Mais informações estão disponíveis em: site da Vinci, no Twitter ou no perfil Oficial do Linkedin.


Imagem: Divulgação | Foto: Will Recarey