Viajar com animais

Viajar com animais

É permitida a circulação de animais de estimação no Aeroporto, desde que sejam seguidas as recomendações abaixo:

- Cachorros devem usar sempre a guia e, a depender do porte ou da raça, devem também usar focinheira

- De acordo com norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), animais não podem circular na praça de alimentação.

O transporte de animais pode ser autorizado no interior ou no porão da aeronave. É obrigatório atestado de saúde emitido por médico veterinário inscrito no Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV).

No seu planejamento de viagem, orientamos verificar com antecedência quais são as regras da companhia aérea contratada. As obrigatoriedades podem variar para voos domésticos e internacionais.

  • Devem ser transportados gratuitamente, no chão da cabine da aeronave, ao lado de seu dono e sob seu controle, equipado com arreio e dispensado do uso de focinheira. O cão-guia deve ser acomodado de modo a não obstruir o corredor da aeronave. Além disso, devem ser cumpridas as exigências das autoridades sanitárias nacionais e do país de destino, quando for o caso, cabendo ao dono apresentar documentos de comprovação de treinamento e identificação do animal, bem como fornecer a alimentação necessária.

  • É exigida a Guia de Trânsito Animal (GTA) expedida por um veterinário habilitado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente (MAPA) ou pelo órgão executor da defesa sanitária nos estados e a autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (IBAMA).

  • As companhias aéreas têm vagas limitadas para transporte de animais em cada voo. Desta forma, o transporte do animal ficará sempre sujeito a confirmação. Contudo, para fazer a reserva da passagem, deverá desde logo prestar algumas informações:

    - O tipo de animal que deseja transportar

    - Dimensões da caixa de transporte

    - Peso total do animal com a caixa

  • Será pedida a Guia de Trânsito Animal – GTA, expedida por veterinário habilitado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente (MAPA) ou pelo órgão executor da defesa sanitária nos estados.

  • À exceção dos cães-guia, todos os animais de estimação têm que ser transportados numa caixa apropriada, respeitando as dimensões máximas permitidas na cabine e no porão. Consulte a companhia aérea para se informar sobre as regras para transporte de animais.